HEPATITE C PCR QUALITATIVO

Informações sobre a coleta:
HCV, PCR QUALITATIVO

PALAVRAS CHAVES
HEPATITE C, PCR HCV, DETECCAO DO RNA VHC, PESQUISA PCR
RNA DO VIRUS DA HEPATITE C

CONDIÇÕES
1,0 mL de soro ou plasma (EDTA, ACD).

OUTROS LABORATÓRIOS
- Enviar no gelo o mais rapido possivel. O sangue venoso deve ser colhido em tubo vacutainer (PPT ou convencional) ou seringa esteril
com EDTA. Deixar coagular em temperatura ambiente durante 20 minutos e centrifugar a 1800 r.p.m. por 10 minutos. Aliquotar 1,0 mL de soro assepticamente, em frasco esteril. Congelar imediatamente.
Enviar em frasco esteril ou solicitar kit para PCR. NAO encaminhar em tubo tipo Eppendorf.

COLETA
- Tubo PPT-Vacutainer (EDTA com GEL separador juntos no mesmo tubo).
- Nao abrir o tubo.

Formato de resultado do exame HCV, PCR QUALITATIVO
METODO: PCR (REACAO EM CADEIA DA POLIMERASE)
RESULTADO:
VALOR DE REFERENCIA: NEGATIVO
OBS.: ESTE EXAME PODE APRESENTAR, EMBORA RARAMENTE, RESULTADOS FALSO-POSITIVO E FALSO-NEGATIVO, QUE E UMA CARACTERISTICA DO METODO.
ESTE EXAME E REALIZADO EM AMOSTRA ENVIADA PELO LABORATORIO CONVENIADO.

Informações complementares:
O HCV é o principal agente das hepatites não A e não B. É um vírus RNA pertencente à família Flaviviridae. A infecção aguda é frequentemente inaparente e cronifica-se em cerca de 50 a 60% dos casos, podendo evoluir para hepatite crÔnica. Eventualmente, pode progredir para a cirrose hepatica e carcinoma hepatocelular. A realização do PCR qualitativo é indicada para: . Confirmar a presença da infecção ativa (com replicação viral) pelo HCV, após um resultado sorológico indeterminado ou positivo. . Fazer o diagnóstico da infecção pelo HCV em pacientes imunodeprimidos (HIV positivo, transplantados) que podem permanecer soronegativos. . Detectar a presença do vírus precocemente, a partir da 1a e 2a semana após a exposição. A sensibilidade do PCR HCV qualitativo é de 50 UI/mL (aproximadamente 100 cópias de RNA do HCV/mL). A diferença entre UI/mL e copias/mL é de aproximadamente 0,1 log. .